Depois do Vinho Madeira, a poncha da Madeira é a bebida mais popular da Ilha.

Esta bebida regional é feita com rum, produzido na Região Autónoma da Madeira, por fermentação e destilação do sumo de cana-de-açúcar.

Durante uma visita à Madeira, podem provar esta bebida. Irão certamente encontrá-la em bares e restaurantes dispersos por toda a Ilha. No entanto, existem locais mais emblemáticos, como por exemplo, a Serra D’Água, Câmara de Lobos, o Poiso, o Ribeiro Frio ou na zona velha do Funchal.

 

Conheçam algumas curiosidades da “poncha” da Madeira:

1. A Poncha tradicional é feita com rum (também conhecido como aguardente de cana), sumo de limão e mel de abelha. Atualmente existem muitas variantes, como por exemplo, a poncha feita com sumo de maracujá, tangerina ou laranja.

 

2. Diz-se que a origem da poncha remete ao séc. XVI, pois os descobridores transportavam limão (vitamina C) nas suas viagens, para prevenir o escorbuto. A fim de conservar o limão, durante as longas viagens, transportavam-no em aguardente e melaço de cana produzido na Madeira.

 

3. A Poncha à pescador faz-se de forma semelhante à poncha tradicional, mas em vez de usar o mel de abelha, usa-se açúcar.

 

4. O mexelote, mexilhote ou pau da poncha é o instrumento de madeira usado para misturar a bebida.

 

5. A produção de rum é uma tradição com mais de 500 anos na Madeira.

 

6.A Madeira já chegou a ser conhecida pela “Ilha da aguardente”, nome que foi dado por um diploma legislativo* devido ao seu elevado consumo!

 

7. Na costa Oeste da Madeira situa-se a Sociedade dos Engenhos da Calheta que produz a tradicional aguardente de cana. Aqui pode conhecer a história da produção de cana-de-açúcar na Ilha. Na sala de provas e no “Bar da Adega” pode provar as broas de mel, o mel de cana, o bolo de mel e claro, a poncha.

 

8. No Porto da Cruz pode visitar a Companhia dos Engenhos do Norte, e recuar a 1927. Aqui, a produção da aguardente faz-se de acordo com os processos originais, com maquinaria da época industrial. De março até maio, é possível fazer uma visita guiada a este local, para observar as máquinas em produção e degustar a Aguardente “Branca”, a mais popular.

 

9. A acompanhar a poncha costumam comer-se amendoins, tremoços ou “dentinhos” (favas, moelas, atum de escabeche, gaiado ou carne de vinho e alhos).

 

10. “Bebe uma Poncha que isso passa !!” é uma expressão madeirense usada popularmente. Transmite a ideia que esta bebida cura todos os males, nomeadamente gripes e constipações…

 

Venham descobrir a Madeira e as suas tradições! Venham provar a nossa poncha, deliciosa…

Seja responsável e beba com moderação.

 

*Elucidário Madeirense, volume primeiro, página 22