As Levadas são canais estreitos de água, construídos pelo homem ao longo dos séculos, para irrigação de zonas de difícil acesso na Ilha da Madeira.

Existem mais de 200 canais, ao longo de cerca de 2500 km e dezenas de percursos recomendados! É uma das principais atrações da Madeira, muito procurada pelos amantes da natureza, que visitam o destino para fazer caminhadas.

As Levadas encontram-se em diversas áreas da Madeira e levam-nos a cenários paradisíacos, muitos deles no coração da Floresta Laurissilva – Património Mundial da UNESCO. É impossível ficar indiferente à beleza da paisagem – os vales, a floresta, o céu azul, o mar, o ar puro, o cheiro a terra molhada, a bruma, o musgo, as flores, o chilrear dos pássaros e a luz do sol que penetra por entre as árvores despindo-lhes os troncos, o correr da água, doce canção de embalar, a cada passada.

Existem várias empresas de animação turística que fazem visitas guiadas nas Levadas na Madeira. As levadas têm diversos graus de dificuldade, como tal sugerimos que os percursos sejam acompanhados de profissionais.

 

Conheçam 3 das mais espetaculares Levadas da Madeira. Se gostam de natureza não deixem de percorrer pelo menos um destes percursos na vossa visita à Madeira.

 

Levada localizada em Santana, a cerca de 900 metros de altitude. Percorre cerca de 6,5 km (2h 30 minutos aproximadamente) desde as Queimadas até à Lagoa do Caldeirão Verde. Neste percurso existem 4 túneis, um deles um pouco mais longo (demora entre 5-7 minutos a atravessar) chamado de “Quebra-cabeças” pois temos que andar agachados (convém levar lanternas).

Há milhões de anos, existia um vulcão nesta área (hoje extinto) e a zona ficou completamente coberta de uma vegetação verde e luxuriante, onde desaba uma bela cascata, com cerca de 100 metros, que lhe deu o nome: “Caldeirão verde”.

 

 

Temos também oportunidade de conhecer a maior casa de colmo da Madeira – a Casa das Queimadas. Existem empresas que optam pelo mesmo percurso no regresso, ou escolhem uma rota alternativa, por exemplo, rumo à localidade da Ilha, é o caso da MB Tours.

 

Em 1855, as levadas do Rabaçal permitiram a passagem da água do norte para o sul da ilha. A cascata do Risco no Rabaçal, foi uma das primeiras atrações turísticas desta região, e a sua espetacularidade mantém-se nos dias de hoje.

 

 

As levadas do Rabaçal ficam localizadas na Calheta, a cerca de 1000 metros de altitude. A Levada das 25 fontes é uma das mais conhecidas e percorre cerca de 4,6 Km (percorridos ao longo de 3h aproximadamente). A magnífica lagoa das 25 fontes é a meta desejada. Resulta da queda de águas provenientes do Paúl da Serra que, ao descerem rocha abaixo, formam cerca de 25 fontes. Este é apenas um dos muitos percursos que existem na área do Rabaçal. Existem empresas como a Hit the Road Madeira, com passeios guiados a estas levadas.

 

A Levada dos Balcões é de fácil acesso (apenas a 15 km do Funchal) e tem baixo grau de dificuldade. A caminhada percorre cerca de 1,5 km desde o início (estrada E.R.103, no Ribeiro Frio) até ao miradouro dos Balcões, a 800 metros de altitude.

 

 

Esta Levada é uma excelente oportunidade para avistar alguns dos pássaros mais emblemáticos da Madeira, como o tentilhão (Fringilla coelebs maderensis), a Lavadeira (Motacilla cinerea schmitzi) ou o Melro-preto (Turdus merula cabreae), que sobrevoam o magnífico vale da Ribeira da Metade. Se quiserem fazer este percurso acompanhados por um guia, podem contactar as empresas de animação turística da região. Se quiserem ficar a conhecer mais algumas empresas, podem consultar o nosso site , na área “onde marcar”.

 

Percorrer uma levada é encontrar bem-estar, em contacto com a natureza. Esqueçam as preocupações e vivam uma experiência memorável numa Levada madeirense. Para além destes, existem muitos mais percursos. Fiquem a conhecer mais alguns dos percursos aqui.