Se procuram uma experiência cultural no Funchal, visitem um dos museus que a cidade tem para oferecer. Estes portais mágicos, que nos fazem viajar até ao passado, permitem conhecer as histórias da cidade, de uma forma direta, bela e real.

 

Aqui ficam algumas sugestões:

 

1.Museu das Cruzes

Este museu é uma referência a nível regional e fica localizado numa quinta com curiosas áreas de interesse. Além da antiga casa pertencente à família dos primeiros capitães donatários da ilha, existe um jardim com caminhos de calçada portuguesa, uma fascinante janela Manuelina e uma bonita coleção de orquídeas. No jardim há também uma capela de 1692, que abre as suas portas para o miradouro das cruzes, oferecendo belas vistas panorâmicas sobre a baía do Funchal. Oiçam a música do orquestrofone, um instrumento musical feito em madeira, em 1900, e que ainda hoje toca as valsas daquela época.

O interior da casa expõe diversas relíquias; mobiliário, porcelana chinesa, pratas e pinturas. Procurem a pintura a óleo de Tomás da Anunciação intitulada “o Piquenique”. Esta representa uma visão romântica da cidade do Funchal em 1865.

 

 

2.Museu de Arte Sacra

Neste Museu estão representados vários séculos de história da Ilha da Madeira.

As pinturas flamengas de grandes dimensões são o reflexo das trocas comerciais com a Flandres, no auge da produção do açúcar na Região. Existem também inúmeras esculturas e valiosos objetos de ourivesaria religiosa, muitos deles encomendados pelo Rei D. Manuel I, pertencentes ao tesouro da Sé Catedral. A Cruz Processional é um dos objetos mais valiosos desta coleção, onde se encontram representadas várias cenas da Paixão de Cristo.

Há inúmeros detalhes de beleza, minúcia e perfeição neste museu – digno de uma visita.

 

 

3.Casa-Museu Frederico de Freitas

Construída nos finais do século XVII e com remodelações sucessivas, esta bonita casa cor-de-rosa era propriedade dos “Condes da Calçada” de Santa Clara. Frederico de Fretas foi um ilustre notário madeirense e colecionador de arte, que aqui viveu desde 1941. Após a sua morte, as suas coleções foram entregues à Região, como mandava o seu testamento.

Esta casa transformou-se assim numa casa-museu que todos poderão visitar. A sala de jantar e de estar, a cozinha, os quartos de dormir e até a biblioteca, foram praticamente mantidos com a sua decoração original. Deslumbrem-se com o mobiliário da época, peças decorativas religiosas e belíssimas pinturas. No edifício anexo poderão descobrir uma incrível coleção de azulejos. A Arte Nouveau está presente no jardim interior. No jardim exterior, tem uma casinha de prazer, frequentemente encontrada nas quintas madeirenses.

 

 

4.Museu Henrique e Francisco Franco

Os irmãos Franco foram dois brilhantes artistas madeirenses, do início do século XX. As suas obras incluem gravuras, desenhos, esculturas e pinturas a óleo.

Neste museu podem admirar uma das obras mais conhecidas de Henrique Franco, com influências de Manet, entre outras. Chama-se “Blouse Rose” e é uma pintura a óleo, que retrata uma mulher vestida de rosa, sentada numa cadeira de vimes, e que foi exposta em 1922, em Paris. Algumas das esculturas mais conhecidas de Francisco Franco encontram-se dispersas na cidade do Funchal. Contemplem a estátua de João Gonçalves Zarco, que se encontra na Avenida Arriaga e “O Semeador”, com influências de Rodin, em exposição junto à Câmara Municipal do Funchal. No museu ficará a conhecer melhor a vida e as belas artes destes artistas do Modernismo Português.

 

 

Venham viver histórias de outros tempos…contadas pelos museus madeirenses!

 

Façam uma visita… e descubram a Madeira!