As ilhas da Madeira e Porto Santo foram abençoadas por um mundo subaquático fascinante.

A sua rica biodiversidade, as temperaturas médias da água de 21º C e boa visibilidade são alguns dos seus melhores atributos. Não será necessário percorrer grandes distâncias, para chegar a um bom spot de mergulho. Poderá optar por ficar alojado num hotel com o seu próprio centro de mergulho. Caso contrário existem várias empresas de mergulho profissionais ao seu dispor, nomeadamente, Focus Natura, Rhea Dive e Explora Madeira.

Uma caraterística do mergulho na Madeira é que, além dos spots onde as pessoas são deixadas de barco, também é possível mergulhar desde a praia. É o caso de alguns locais como o Galo, os Reis Magos ou o Caniçal.

Quer seja iniciante ou profissional, uma visita à Madeira irá permitir-vos belos mergulhos, a diferentes profundidades e em variados cenários.

 

 

1.Porto Santo

As águas cristalinas do Porto Santo não deixam ninguém indiferente, sem dúvida um dos mergulhos mais memoráveis do Mundo! Aqui podem encontrar boa visibilidade até cerca dos 40 metros de profundidade! É também no Porto Santo que se encontram dois navios, o “Madeirense” e a “Corveta General Pereira d’Eça”, afundados a 30 metros de profundidade, com o propósito de criar dois recifes artificiais. O Navio Madeirense foi afundado no ano 2001 e atualmente exibe uma rica fauna marinha com meros, salemas, enxaréus, lírios, entre outros.

A “Corveta General Pereira d’ Eça”, um navio de guerra da marinha Portuguesa foi afundada em julho de 2016. A biodiversidade ali encontrada exibe um grande potencial de crescimento.

 

2.Madeira – Reserva Natural do Garajau

Um dos ex-líbris do mergulho na Madeira é a Reserva Natural do Garajau, que atrai mergulhadores de todo o Mundo.

Esta reserva percorre cerca de 7 km de costa, desde o lazareto até à ponta da Oliveira e inclui 7 pontos de mergulho tradicionais: “Lazareto”, “Pináculo”, “Mamas”, “Praia do Garajau”, “Baía dos Porcos”, “Arena” e “Galo”.

O ponto “Mamas” também conhecido por “T-Reef” deve a sua denominação a duas rochas, que se encontram entre os 13 e os 30 metros de profundidade, separadas por cerca de 10 metros de distância. Aqui podem observar barracudas, moreias, charuteiros, cavalas da índia e raias.

A Praia do Garajau é um dos locais mais famosos de mergulho, mérito dos seus simpáticos e gigantes meros. Graças à “domesticação” dos meros pelos mergulhadores, desde os anos 80, os exemplares exclusivos desta área, tornaram-se quase “parceiros de mergulho”. Isso veio possibilitar um contacto muito próximo com esta espécie – uma experiência memorável! Além dos meros podem também observar cardumes de salemas, barracudas, lírios e anémonas gigantes.

 

3.Madeira – Reis Magos

Este ponto de mergulho é conhecido por ter muita vida, sobretudo seres vivos minúsculos, tais como cavalos-marinhos e peixes rã. Os mergulhos noturnos são também muito populares nesta área e permitem uma nova perspetiva do fundo do mar, com algas ativas e “peixes adormecidos”.

 

4.Madeira – Caniçal – Ponta de São Lourenço (Cais do Sardinha)

A riqueza geológica desta área vale só por si uma visita, mas são os corais negros, as barracudas e os polvos que compõem parte do seu encanto submerso.

 

5.Ilhas Desertas (Baixa da Agulha)

Uma viagem de barco leva-vos até à Reserva Natural das Ilhas Desertas, pertencente à Rede Natura 2000. É um dos últimos refúgios do Lobo-marinho (monacus-monacus) e importante centro de nidificação de aves marinhas. Ficam localizadas a cerca de 12 milhas náuticas da Ponta de São Lourenço (ponta mais este da Ilha da Madeira). O acesso é efetuado através de embarcações privadas ou turísticas, sendo necessário obter uma autorização prévia do Serviço do Parque Natural da Madeira. A Baixa da Agulha encontra-se na zona norte do Ilhéu Chão. A vida submersa é riquíssima, de excelente visibilidade e possibilita mergulhos até aos 60 metros de profundidade!

 

Se viajarem com crianças, saibam que estas podem mergulhar com instrutor, a partir dos 10 anos de idade, caso contrário poderão optar pelo snorkelling em família.

Aqui, poderão encontrar mais informações sobre esta atividade.

 

Comecem já a planear o seu próximo mergulho.

Descubram a Madeira!